Comitê inicia audiências de acidente de trem que matou brasileira

Comitê inicia audiências de acidente de trem que matou brasileira

32
SHARE


Comitê inicia audiências de acidente de trem que matou brasileira

Fabíola Bittar de Kroon havia se mudado recentemente para os EUA com o marido, o holandês Daan de Kroon, e a filha de 1 ano 

foto18 fabiola bittar de kroon 1.jpg Comitê inicia audiências de acidente de trem que matou brasileira

Fabíola Bittar de Kroon havia se mudado recentemente para os EUA com o marido, o holandês Daan de Kroon, e a filha de 1 ano

Em 29 de setembro, um trem chocou-se contra a plataforma de concreto em Hoboken, causando a morte da paulista Fabíola Bittar de Kroon

Na quinta-feira (20), a Assembleia Estadual concedeu permissão ao Comitê Judiciário para emitir intimações, enquanto os legisladores começam a investigar a NJ Transit depois do acidente em Hoboken que resultou na morte da brasileira Fabíola Bittar de Kroon, de 34 anos, natural de Santos (SP). A Câmara baixa da Legislatura de New Jersey votou 71 contra 0 na aprovação do projeto de lei AR-185, o qual obriga a presença e depoimentos de testemunhas e na redação dos documentos relacionados a organização financeira da NJ Transit e suas práticas de operação.

O Comitê se reuniu na manhã de sexta-feira (21) com o Comitê Fiscalizador do Senado Estadual para analisarem o acidente, que matou Fabíola e feriu outros 108 passageiros na estação de trem Lackawanna, às margens do rio Hudson, na divisa de New Jersey e Nova York.

“Nós não seremos frívolos com isso”, adiantou o Deputado Estadual John McKeon (D-Essex), também chefe do painel. “Isso envolve segurança”.

Os legisladores foram convidados pelos representantes do NJ Transit e especialistas em transportes para testemunharem sobre verba, operações e preocupações com segurança no órgão. Outro foco também será a tecnologia de controle dos trens.

O comissário estadual dos transportes, Richard Hammer, compareceu na sexta-feira (21).

O acidente ocorreu em 29 de setembro, quando um trem chocou-se contra a plataforma de concreto em Hoboken. Fabíola Bittar de Kroon estava na plataforma e morreu após ser atingida pelos destroços.

O Conselho Nacional de Segurança nos Transportes informou que o trem corria a 21 mph, mais que o dobro do limite de 10 mph, quando se chocou contra os obstáculos de aço instalados no final dos trilhos na estação. A entidade ainda investiga o ocorrido e poderá demorar até 1 anos para que os resultados sejam divulgados.

Os comitês da Assembleia e do Senado também realizaram reuniões na sexta-feira (21).

The post Comitê inicia audiências de acidente de trem que matou brasileira appeared first on Brazilian Voice Newspaper.

Continue Reading ➤
Loading...