Polícia nega que ódio racial tenha causado morte de brasileiro

Polícia nega que ódio racial tenha causado morte de brasileiro

22
SHARE


Polícia nega que ódio racial tenha causado morte de brasileiro

 Laura Thomé Koch (à esquerda) ao lado dos pais, Rodrigo Stumpf Trindade e Adriana Thomé Trindade, e do irmão, Roger (arquivo pessoal)

wp 1477074880524 Polícia nega que ódio racial tenha causado morte de brasileiro

Laura Thomé Koch (à esquerda) ao lado dos pais, Rodrigo Stumpf Trindade e Adriana Thomé Trindade, e do irmão, Roger (arquivo pessoal)

As autoridades de Winter Park (FL) ainda investigam as causas da agressão que levou à morte do gaúcho Roger Thomé Trindade, de 15 anos

As autoridades da cidade de Winter Park (FL) ainda investigam as causas que levaram a agressão que resultou na morte do adolescente Roger Thomé Trindade, de 15 anos, natural de Novo Hamburgo (RS), na noite de sábado (15). Ele foi encontrado desacordado nas imediações do Central Park e foi levado ao hospital local, onde teve morte cerebral no domingo (16) e os aparelhos que o mantinha vivo desligados na segunda-feira (17).

Durante a coletiva de imprensa ocorrida na terça-feira (18), o chefe de polícia, Michael Deal, informou que a investigação ainda está em andamento e descartou a possibilidade de que o jovem tenha sido atacado por ser imigrante ou outro preconceito. As autoridades ainda desconhecem os motivos do crime.

Roger imigrou com a família aos EUA em janeiro desse ano, pois seu pai, Rodrigo Trindade, é professor universitário e foi transferido para a Flórida. Ele foi encontrado inconsciente no Central Park, próximo à esquina da Park Avenue e Morse Boulevard. O chefe de polícia adiantou que os agentes tentam descobrir que papel alguns alunos da escola Winter Park High School tiveram na briga. Deal detalhou que os pais de alguns adolescentes estão cooperando, mas encorajou outras pessoas supostamente envolvidas a fazerem o mesmo.

O chefe de polícia disse que não podia revelar os detalhes que ocasionaram a briga, uma vez que há menores de idade envolvidos. Entretanto, ele detalhou que algum tipo de spray, não de pimenta, pode ter instigado o trágico incidente. A polícia informou que armas, de fogo ou brancas, não foram utilizadas. O corpo do adolescente apresentava poucos hematomas quando foi encontrado embaixo à uma pérgola no local, detalhou Deal. A causa da morte será revelada após a autópsia.

“Ele era um bom menino”, disse o chefe de polícia. “O nosso objetivo é descobrir o que aconteceu e resolver esse caso”.

Até o momento, o incidente está sendo classificado como “morte suspeita”.

. Campanha online:

Na terça-feira (18), a internauta Liliana Garcia, amiga de Rodrigo Trindade, criou no website GoFundMe uma campanha beneficente online cujo objetivo é arrecadar doações para pagar as despesas hospitalares, funeral e traslado do corpo de Roger ao Brasil. Até a tarde de sexta-feira (21), a campanha já havia angariado US$ 33.276, muito mais que o gol de US$ 20 mil, com a participação de 621 doadores, 3 dias após ser lançada.

“Em nome da família de nosso querido amigo Rodrigo Trindade, criamos este site para levantarmos fundos para as despesas referentes ao hospital, traslado do corpo para o Brasil e funeral de seu amado filho Roger. Rodrigo, com sua esposa Adriana e seu filho Roger, vieram para a América em busca de um sonho e uma vida melhor. Por uma ironia da vida, os pais perderam seu filho de 15 anos numa tragédia que ocorreu em Winter Park, após uma briga de adolescentes. O filho foi levado para o hospital na noite do sábado, dia 15 de outubro, quando foi detectada a morte cerebral do Roger. Desde então, ele estava conectado a máquinas para os últimos exames, o que criou uma conta gigantesca no hospital. Além disso, a família deseja levar o corpo do Roger para ser sepultado no Brasil.

Para ajudar a família com todas essas despesas, seus colegas de trabalho criaram esse site para que todos os amigos a parentes possam ajudá-los com uma doação. Esse é um momento extremamente difícil para todos e principalmente para a família e devemos fazer o possível para resguardá-los de preocupações financeiras. Contamos com o apoio de todos vocês!” Postou Liliana no GoFundMe.

A campanha pode ser acessada através do link:https://www.gofundme.com/4m5dzkxbw

The post Polícia nega que ódio racial tenha causado morte de brasileiro appeared first on Brazilian Voice Newspaper.

Continue Reading ➤
Loading...