Protesto em Newark tenta impedir deportação de imigrante

Protesto em Newark tenta impedir deportação de imigrante

29
SHARE

Foto1 Catalino Guerrero Protesto em Newark tenta impedir deportação de imigrante

Catalino Guerrero (centro) tem recebido o apoio de ativistas defensores dos direitos dos imigrantes e líderes religiosos

Na sexta-feira (10), Catalino Guerrero terá que entregar o passaporte ao ICE em Newark

Um imigrante indocumentado e avô de 4 crianças em New Jersey continua a luta para permanecer nos EUA com sua família  depois que o Presidente Donald Trump alterou a política migratória, segundo ativistas. Catalino Guerrero, morador em Union City, deixou o estado de Puebla, México, em 1991 em busca de oportunidade econômica e fugindo da violência na região, informou a Faith, uma ONG membro do grupo de ativistas PICO National Network.

Guerrero tem tentado a regularização de seu status durante mais de uma década, mas enfrentou um obstáculo atrás do outro depois que seu antigo advogado “errou a papelada”, alegou o porta-voz da PICO. O Departamento de Imigração (ICE) emitiu uma ordem de deportação contra ele em 2004, depois que sua aplicação para a permissão de trabalho foi negada. Ele não possui mais conexões com o México; pois todos os seus parentes no país vizinho já morreram ou vivem nos EUA, segundo o jornal Latin Post.

Os ativistas que apoiam Guerrero têm conseguido adiar a ordem de deportação por mais de uma década, entretanto, após a posse de Trump, ele tem até sexta-feira (10) para retornar ao escritório do ICE em Newark e entregar o passaporte, detalhou o porta-voz da PICO.

Conforme o comunicado emitido pelo grupo:

“Em fevereiro de 2017, os oficiais do ICE repentinamente chamaram Guerrero ao escritório local de imigração. Durante o encontro, as autoridades se recusaram a aceitar sua aplicação de “clemência” e ignoraram os líderes religiosos que se reuniram em frente ao prédio em apoio a Guerrero. Após o encontro, os oficiais pediram a Guerrero para retornar ao local em 10 de março e se preparar para entregar o passaporte”.

Vários líderes comunitários e religiosos já discursaram a favor de Guerrero durante os pedidos para que ele permaneça nos Estados Unidos com sua família e entes queridos.

“Como pessoas de fé, nós somos inspirados a apoiar aqueles em nosso meio que estão sendo ameaçados”, disse o Reverendo John Mennell, da Igreja Episcopal St. Luke em Montclair. “Quando nós apoiamos Catalino, enfrentamos a injustiça na construção de um caminho para uma comunidade em que somos realmente benvindos”.

“A nossa fé pede para que apoiemos Catalino e todos aqueles que sonham com a liberdade”, acrescentou o Rabino Joel Abraham, da Sinagoga Sholom em Scoth Plains.

“O Profeta Muhammad instruiu os seus seguidores a atender as necessidades dos nossos vizinhos”, disse o Imam Saffet Catovic da Drew University. “Os nossos vizinhos indocumentados precisam receber atenção e apoio nesse momento”.

Os simpatizantes de Guerrero planejam realizar uma manifestação às 9 horas da manhã, na sexta-feira (10). Ativistas e líderes religiosos caminharão até o escritório do ICE no Peter Rodino Federal Building, na 970 Broad Street, no centro de Newark, e realizarem uma vigília enquanto ele entrega o documento.

 

The post Protesto em Newark tenta impedir deportação de imigrante appeared first on Brazilian Voice Newspaper.

Source: brazilianvoice.com

Continue Reading ➤
Loading...